Formação sobre Modéstia Católica- Parte 2

Formação sobre Modéstia Católica- Parte 2

Assim como para o comportamento, também para as roupas não temos regras práticas, mas princípios que devemos aplicar. Em nenhum documento católico com valor de doutrina há uma enumeração ou regras de como o fiel católico deve se vestir.

A intenção da vestimenta deve ser agradável, mostrar beleza, então se vestir de maneira desleixada, sexualizada, masculinizada(para mulheres) e feminilizada(para homens) também é errado.

Apesar de a modéstia depender de variados fatores, não podemos cair em um relativismo moral ou cultural. Seríamos relativistas se disséssemos que todas as culturas estão corretas e que a moral varia de povo para povo. Não é assim! Temos um princípio moral universal que vamos aplicar de acordo com cada cultura e época. Não é a moral que varia: são as épocas e as culturas!

Afirma S. João Paulo II no livro “Amor e responsabilidade”:

“…O pudor não se identifica de maneira tão simplista com o uso de vestidos, nem a falta de pudor com a nudez parcial ou total. Não há nisso senão um elemento relativo e marginal. Pode-se muito concluir que a tendência para encobrir o corpo e as suas partes sexuais anda a par com o pudor, mas não constitui sua essência”

Mas, como saber se estamos sendo modestos em nossas roupas? Como já colocamos anteriormente, a modéstia está ligada a outras virtudes.

É praticamente impossível, ser imodesto de você for uma pessoa verdadeiramente virtuosa. Porque as suas ações interiores, conduzirão as exteriores.

Não existe, nenhum documento da Igreja que normatize as roupas que devemos usar. Mas partindo dos princípios da virtude, é possível, com nosso bom senso, perceber que há roupas adequadas para cada ocasião.

Devemos sempre lembrar que ser modesto é ser elegante. Não é ser esquisito nem brega. É saber valorizar nosso corpo como dom de Deus!

Assim como não é virtuoso ser desleixado com as próprias roupas, também não é virtude se preocupar demais com elas, com o próprio visual, pensar a todo momento se está bem vestido ou se está pecando por imodéstia. Esta preocupação excessiva pode vir da vaidade, egoísmo e hedonismo.

A Modéstia Masculina

Quando falamos da Modéstia Católica, geralmente, nos remetemos a imagem feminina, mas os homens também dever observa-la, uma vez que como dissemos anteriormente, a modéstia é um estado interior que se revela para o exterior.

As virtudes são para homens e mulheres. Não existem virtudes só para um sexo ou outro. Assim, a modéstia, o pudor, a prudência, a temperança, a castidade, a pureza e todas as outras virtudes são para homens e mulheres.

Para os homens, assim como para as mulheres, também a virtude da modéstia se adapta aos contextos, épocas e cultura. Não é adequado ir à missa de chinelo, bermuda ou camiseta regata, assim como não é adequado ir à academia com roupa de festa.

Como funciona a modéstia para crianças? É o que veremos na parte 3 desta formação.

Débora Gonçalves

Débora Gonçalves

Membro da Comunidade Católica Amor Fraterno

One thought on “Formação sobre Modéstia Católica- Parte 2

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *