Formação: Espiritualidade para o Catequista-Discípulo/ Missionário

Formação: Espiritualidade  para o Catequista-Discípulo/ Missionário

“Como discípulos e missionários de Jesus, queremos e devemos proclamar o Evangelho, que é o próprio Cristo. (…) somos portadores de boas novas para a humanidade, não profetas de desventuras” (DA 30).

No ponto de partida da espiritualidade do seguimento se opera um encontro com o Senhor. Os Evangelhos são repletos do chamado de Jesus, que convoca seus discípulos, e hoje ao catequista, a segui-lo, tornando-os parte da missão e do projeto de Deus.

Em (Mc 1,17; Mt 4,19; Jo 1,43) Jesus chama os discípulos: “segui-me e eu vos farei pescadores de homens”. Esse é o primeiro e maior chamado que Jesus mantem a todo cristão, e de cada um espera a mesma resposta, positiva e imediata que seus discípulos puderam dar, não com palavras mas com o ato “e deixando as redes o seguiram” (Mc 1,18).

Esse “deixar”, trata-se de uma exigência de um rompimento com as coisas da vida anterior e  assumir a situação de conversão total dos pensamentos, vontades e até mesmo de aprendizados, em função de receber em dom um mundo novo, uma nova existência

Abraçar Jesus significa manter uma relação de proximidade com ele: “estar com Jesus” e mais é a viva experiência descrita na parábola da videira: “permanecei em mim” (Jo 15,4). A prova da proximidade com o Senhor é uma experiência de gratuidade de Deus para conosco, e de nós para Ele, para que Ele possa-se servir de nossas vidas como bem lhe agradar.

Débora Gonçalves

Débora Gonçalves

Membro da Comunidade Católica Amor Fraterno

4 thoughts on “Formação: Espiritualidade para o Catequista-Discípulo/ Missionário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *