Dúvidas Vocacionais

1) Sinto atração pela forma de vivencia da CCAF. O que devo fazer?

O primeiro passo é aproximar-se das atividades da CCAF, de suas missões e apostolado, tais como: Noite Oracional, Cursos, Missas, Retiros, etc. Essa proximidade vai ajudar você a conhecer melhor a Comunidade.

Informe-se sobre as atividades da CCAF através das nossas redes sociais. Além disso, você deve entrar em contato com a nossa Equipe Vocacional, através do e-mail vocacional@comamorfraterno.com.br, para mais informações.

2) Qual é a orientação caso eu me sinta atraído para esta vocação, mas não tenha disponibilidade de tempo para me aproximar e depois iniciar o caminho vocacional?

A proximidade com a Vida da CCAF é de grande importância para aqueles que desejam ingressar no Carisma, pois, é através dessa experiência, que você vai amadurecendo a sua atração por ela, e percebendo se é esse mesmo o seu chamado.

Se esse é o seu caso, é interessante que você agende um horário com a nossa Equipe Vocacional, para partilhar suas dificuldades, e assim ser ajudado no que for possível para esta aproximação.

3) O que é necessário para que eu me engaje nas atividades da CCAF?

Converse com um dos membros da comunidade, eles vão te orientar de como ingressar nas atividades. Coletando seus dados e sua disponibilidade. Essas informações serão encaminhadas aos fundadores da CCAF, que irá fazer o direcionamento, para que você possa se engajar nos serviços que necessitam de auxílio, e que se encaixam com seu perfil e disponibilidade.

4) Moro distante da CCAF. Como faço para ingressar no caminho vocacional?

Se essa distância não permite que você esteja presente ao menos nos finais de semana, ou boa parte deles, você poderá fazer um caminho vocacional à distância, orientado pela nossa equipe vocacional. Para maiores informações, escreva para vocacional@comamorfraterno.com.br.

5) Iniciei minha caminhada através das atividades da CCAF há pouco tempo e me sinto interessado pela Vocação. Já posso buscar o caminho vocacional?

Embora não seja uma regra, o ideal seria que você estivesse frequentando fielmente alguma de nossas atividades por algum tempo, antes de pretender iniciar o caminho vocacional. Isso porque é necessário que você tenha uma base de fé e experiência de Deus sólidas antes de iniciar o processo vocacional.

É necessário também que você tenha 18 anos completos, tenha contraído os sacramentos da iniciação cristã – batismo, 1ª. Eucaristia e crisma, e se for casados, o sacramento do matrimonio.

6) Não sinto que deva deixar meu emprego, mas me sinto chamado a viver esta Vocação. É possível?

Sim, é possível desde que você considere viver na forma de Aliança. Nesta forma de vida, os irmãos mantêm a sua vida profissional, familiar e social normalmente, sendo sinais de sua vocação exatamente ao inserir-se nessas realidades.

7) Quanto tempo dura todo o processo vocacional?

Todo o processo de acompanhamento vocacional dura 5 anos. Esse é o tempo comum, porém, pode ser necessário que você repita alguma etapa desse processo, a fim de amadurecer a sua vivência e experiência vocacional.

8) Trago no peito esse chamado, mas ainda tenho dúvidas. É normal? O que fazer?

Ter dúvidas não significa que essa não seja a sua vocação. É normal e esperado que você não tenha certeza.  É exatamente por isso que se faz necessário a participação no caminho vocacional, vivendo com intensidade os seus compromissos, a presença fraterna, engajamento nas atividades, formações e regra de vida. Essa intensidade vai confirmar em seu coração se é essa mesmo a sua vocação.

9) Sinto que tenho o chamado a viver na forma de Vida Comum. Como devo fazer?

Você deve fazer o caminho vocacional normalmente. De acordo com o critério da CCAF, esse discernimento se dará no Postulado vivido no 3º ano do Caminho Vocacional.

10) Sou casado(a), sinto o chamado, mas a minha(meu) esposa(o) não sente o mesmo. O que fazer?

O chamado é pessoal. Embora seu cônjuge não sinta o mesmo, pode ser que a sua vocação seja realmente a de se consagrar neste Carisma. Porém, seu cônjuge deve estar ciente e disposto(a) a colaborar para que você consiga viver integralmente a sua vocação e os compromissos inerentes a ela.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *